A Capela da Granjinha, uma relíquia arquitectónica

Granjinha é uma dessas aldeias autênticas com pequenas ruas com o seu típico pavimento, velhas casinhas de madeira e pedras e ningém nas ruas excepto cães errantes. A um par de quilómetros oeste da cidade de Chaves no meio das montanhas flavienses, a aldeia abriga uma jóia muita antiga, uma pequena capela meia escondida atrás de casas numa rua sem saida. A Capela da Granjinha, tal como se chama a capela, é uma relíquia da arquitectura religiosa românica e é também a igreja mais antiga conhecida na região de Chaves. Pequena e acanhada, a capela foi construída no século XII toda em granito. De planta rectangular com a cabeceira e nave de idêntico comprimento, diferenciando-as internamente o arco triunfal e a menor largura da cabeceira. O arco principal, cheio de simbolismo (Daniel na Cova dos Leões), fazia parte da primitiva capela visigótica (Século VIII/IX). Destaca-se a sobriedade da traça e a porta do templo, na fachada principal com os capitéis decorados com figuras humanas, antropomórficas e motivos vegetais. O orago da capela é São Sebastião. Nas imediações da pequena aldeia vários vestígios atestam a existência de uma Villa Romana no eixo da estrada romana que ligava Bracara Augusta e Aquae Flaviae. Foram encontrados diversos achados arqueológicos, bases e fustes de colunas, partes de mosaico, inscrições, peças de bronze, uma estátua de mármore e cerâmica. Em sondagens arqueológicas realizadas no interior da capela foram revelados restos de pavimentos em opus signinum, um muro romano de bom aparelho e dois níveis de necrópole medieval. A ocupação deste local continuou-se pela Alta Idade Média, os séculos obscuros da Reconquista, tendo a construção da capela ocorrido num momento posterior, nos inícios do século XIII, segundo alguns autores, ou nos finais do mesmo século, na opinião de outros.

The Chapel of Granjinha, an architectural relic Granjinha is one of these authentic villages with narrow paved streets, old wooden and stone houses and no one around but wandering dogs. Just a couple of kilometers west of the city of Chaves, in the middle of the mountains, the village shelters an antique jewel, a small chapel half-hidden behind the houses in a dead end street. The Chapel of Granjinha, the so-called chapel, is a relic of the Romanesque religious architecture and is also known as the oldest church in the region of Chaves. Small and discrete, the chapel in granite was built in the 12th century. It has a rectangular floor plan with the top and nave of identical size. The main arch with its rich symbolism (Daniel in the Lion’s Den) used to be part of the primitive Visigoth chapel (8th/9th century). The highlight of the chapel is the gate in the main façade with the capitals decorated with human and anthropomorphic forms and vegetative motives. The oracle of the Chapel is Saint Sebastian. There are several evidence and discoveries (antique columns, parts of mosaic, bronze pieces, marble and ceramic statue), confirming the existence of a Roman city around the village, on the Roman path which linked Bracara Augusta and Aquae Flaviae. Archeological excavations carried out inside the chapel also revealed pavement remnants in opus signinum, a Roman wall and two levels of modern medieval necropolis. The occupation of this village continued during the High Middle Ages, the dark centuries of the Reconquista. The chapel was built afterwards in the early 13th century, according to some authors or in the late 13th century according to others. Granjinha_Vale de Anta_Chaves (2) Granjinha_Vale de Anta_Chaves (1)

Granjinha_Vale de Anta_Chaves (4)Granjinha_Vale de Anta_Chaves (3) Capela de Granjinha_Vale de Anta_Chaves (1)Capela de Granjinha_Vale de Anta_Chaves (3)Capela de Granjinha_Vale de Anta_Chaves (2)Capela de Granjinha_Vale de Anta_Chaves (6)Capela de Granjinha_Vale de Anta_Chaves (5)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s