Lisboa a bordo do eléctrico 28

Electrico 28_Lisboa (3)Em Lisboa, as ruelas da velha cidade são estreitas e inclinadas e as viragems apertadas. Generalmente, os Lisboetas andam a pé e quando a rua está inclinada demais o o caminho mais longe, usam o eléctrico  que tornou-se um dos símbolos da capital. Este hábito local começou em 1873. Na época, os primeiros bondes eram puxados por cavalos e eram chamados “Americanos”. Tem que esperar 1901 para ver os primeiros eléctricos com abertura da Rede de eléctricos de Carris. A rede conta hoje 5 carreiras (N°28 a mais famosa, N°12, N°15, N°18 e N°25) que percorrem a cidade em todos sentidos. Cada dia, centenas de Lisboetas usam os eléctricos para ir trabalhar, fazer compras, regressar a casa ao fim do dia. Há mais de um século, o eléctrico passa pelas ruelas estreitas e os miradouros nos bairros mais famosos da cidade.

Uma viagem a bordo do eléctrico 28 pelas colinas e as ruelas é uma experiência inesquecível e imprescindível ! São necessárias cerca de 40 minutos  para fazer o trajecto completo.

No eléctrico 28 que nos leva da Praça Luís de Camões, no Bairro Alto até a Baixa, também chamada a Baixa Pombalina por ter sido edificada por ordem do Marquês de Pombal, na sequência do terramoto de 1755 e hoje o centro da cidade com hotels e lojas, atravessamos o Chiado, bairro elegante e traditional com o seu teatro, a Faculdade de Belas-Artes e os Cafés Literários do principio do século XX.

Pois o eléctrico sube ao Castelo São Jorge, que oferece a vista panorâmica mais bonita da cidade, onde pode-se ver toda a cidade e o Rio Tejo. O Castelo foi a residência real do século XIV até ao século XVII. Hoje, apenas fica parte da muralha, a maioria foi destruida no terramoto de 1755. No centro das muralhas, o jardim que oferece espécies de árvores originárias do Brasil e de horizontes distantes é um oásis de tranquilidade sobre a cidade. Do outro lado do rio, vemos o Cristo Rei, uma escultura similar a de Rio de Janeiro e figura proeminente de Lisboa. Os turistas e lisboetas vão lá cedo na manhã porque a luz é boa para tirar fotografias e guardam o Miradouro São Pedro de Alcântara para tarde.

No caminho, atravessamos Alfama, o Bairro mais antigo e popular de Lisboa com as suas casinhas degradas, suas fontes e a suas pequenas lojas, onde às vezes é preciso de se baixar para entrar, lojas onde se encontra tudo, sabonete, batoms para os lábios, vassouras, garrafa de água de nascente…

Estamos no coração de Lisboa, em um dos bairros mais antigos da cidade com o de Mourario. Foi no bairro de Alfama que nasceu o fado, um estilo musical português que mistura cantos populares no tema da tristeza que os Lisboetas venham escutar a noite enquanto jantar o no bares. O Fado fala de todas pessoas que afastaram-se, os marítimos, que estão longe de Lisboa.

Electrico 28_Lisboa (1)

Riding tram 28 through Lisbon

In Lisbon, the streets of the old quarter are narrow and steep and the junctions are tight. That’s why the locals usually walk or use the tram when the slope is too steep. They barely jump in a yellow tram and there they are, ready to go through the city. The yellow tram is one of the symbols of Lisbon and started in 1873, but at that time they were pulled by horses. The electric trams appeared in 1901 and was originally called “Americanos”. Today, we count 5 lines, 28 (the most famous one), 12, 15, 18 and 25 which go up and down all the parts of the city. Every day, hundreds of Lisbon people use them to go to work, to go shopping, to go back home at the end of the day. For more than a century, the “électrico” as we called it in Portuguese makes its way thought the narrow streets, the panoramic views in the most famous areas of Lisbon.

A journey along the route of tram 28 through the hills and the narrow streets in Lisbon is an unforgettable memory and is a must for anyone visiting the capital. It takes about 40 minutes to make the entire journey.

The tram 28 brings us from the Camoes Square in the Bairro Alto (upper town) toward the Baixa (lower town), entirely rebuilt after the 1755 earthquake and tidal wave but today the very center of the city with numerous hotels and shopping areas. We cross the Chiado, the elegant district with its theaters, the Faculty of Fine Arts and the literary cafes from the early 20th century.

Then the tram climbs toward the St George’s Castle, one of the most amazing lookouts overlooking Lisbon and the Tagus river. From this ancient royal residence between the 14th and 16th centuries, there is only a small part of the fortified walls remaining, most of it has been destroyed by the 1755 earthquake. The center of the fortifications is home to a peaceful garden with variety of plants and trees from Brazil and far off.

Across the Tagus river, overlooking the 25th of April Bridge, we can admire the famous statue of Christ the Redeemer (Christo Rei),  a replica of the one in Rio de Janeiro and symbolic figure of Lisbon. Locals and tourists would come here early in the morning when the lights are the best, to enjoy the view and take pictures, and would go to the Miradouro de Sao Pedro de Alcantara in the afternoon.

On the way, we cross the Alfama, the popular district with its ramshackle houses, its fountains, its small shops where it is often necessary to stoop to get in. Here, we are at the heart of Lisbon, in one of the oldest districts with the one of Mouraria. That’s where the fado first appeared, a popular music with a sentiment melancholia which Lisbon people come to listen in the evening while having dinner or having a drink. The song is about the ones who left, the seamen or anyone who are far away from Lisbon.

Electrico 28_Lisboa (2)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s