A Boca do Inferno

De passagem a Lisboa, aproveitei para dar um passeio na cidade de Cascais com objectivo de ver de novo a Boca do Inferno. A última vez que fui là era quando era menina e conservei uma vaga e distante lembrança.

Começo primeiro com uma voltinha nas ruas de Cascais na partida da Câmara Municipal de Cascais, não longe de onde eu estacionei o carro. Do outro lado do passeio, vemos a bonita Praia da Ribeira também conhecida como a Praia dos Pescadores.

No caminho, passamos pela Cidadela, que era a residência real no século XIX, e inclui hoje a Fortaleza de Nossa Senhora da Luz e alberga uma magnífica Pousada.

Ao longo da costa, também vê-se o Museu Condes de Castro Guimarães, o mais antigo espaço museológico do concelho de Cascais.

Depois de duas horas de marcha, chegamos finalmente no sitio da Boca do Inferno, depois de ter subido a Avenida Rei Humberto II de Itália a longo da costa.

A Boca do Inferno é uma verdadeira curiosidade na costa portuguesa e turistas, standes e boms restaurantes com especialidades de peixe fresco e mariscos alí não faltam.

Situada mesmo a beira do oceano, o sitio é um enorme burraco na falésia escavada constamente pela força do mar agitado nesta parte da costa. Tudo isso dá uma perspectiva grandiosa, as águas borbulhantes batando na falésia e entrando nesta caverna natural num som surdo e ressonante.

E como gosto muito de mitos e lendas,  partilho convosco a Lenda que nos conta como nasceu a Boca do Inferno, ali em Cascais.

Há muito tempo atrás… Existia um enorme castelo onde habitava um homem de aspeto feroz, que se dedicava à feitiçaria. Um dia esse homem decidiu casar-se e, para escolher a mulher mais bela das redondezas, consultou a sua bola de cristal para saber onde ela estava.

Quando os seus cavaleiros voltaram ficou espantado. A jovem era ainda mais bela do que imaginara. Ficou tão ciumento que decidiu escondê-la. Fechou a jovem numa torre alta e solitária e escolheu para guardião o seu cavaleiro mais fiel. A jovem no alto da torre sentia-se tão só quanto o seu guardião e quando se conheceram melhor nasceu um grande amor entre os dois.

Decidiram fugir juntos, esquecendo-se que, através da sua magia, o feiticeiro sabia de tudo. Montaram no cavalo branco do cavaleiro e cavalgaram pelos rochedos junto ao mar. Enquanto isso, no castelo, cheio de raiva e ciúme, o feiticeiro criou uma tempestade assustadora que fez com que os rochedos, por onde os dois amantes caminhavam, se abrissem como se fossem uma grande boca infernal. Cavalo e cavaleiros foram engolidos pelas águas, tendo desaparecido para sempre. O buraco nunca mais se fechou e o povo começou a chamar-lhe Boca do Inferno.

 

The Hell’s Mouth

During my stay in Lisbon, I took the opportunity to spend a morning in Cascais with the objective to see the Hell’s Mouth again. Last time I went there, I was a little girl and I remember very little about it.

I start with a little walk in the narrow streets of Cascais starting from the City Hall, very close to where I parked my car. Right in front, we can see the beautiful Beach “Praia da Ribeira” (Beach of the River) also known as “Praia dos Pescadores” (Beach of the Fishermen). On the way, I pass by the Citadel that was once in the 19th century the Royal Residence, and includes today the Fort of “Nossa Senhora da Luz” (Our Lady of the Light) and hosts a beautiful Pousada.

I can also see along the coast, the Museum of Condes de Castro Guimarães, the oldest museum of the city of Cascais.

We finally get there in the Hell’s Mouth, after walking along the coast in the Avenida Rei Humberto II de Itália.

The Hell’s Mouth is a real curiosity in the Portuguese Coast and the place is full of tourists, stands and good restaurants with fish and seafood specialties.

Located on the edge of the ocean, the place is a big hole into the cliff formation made by the action of the water. The place gives a unique and amazing perspective with its bubbling entering into the natural grotto in a dull and resonant sound.

Since I like the myths and legends, I share with you the Legend which tells how the Hell’s Mouth was created, there in Cascais.

A long time ago… there was here a castle, in which a wizard lived in. This ferocious and satanic wizard decided to get married to the most beautiful woman around here, and read his crystal ball to know where this woman was. He sent over his guards and when they came back with the woman, the wizard was amazed as the woman was more beautiful than what he imagined. The wizard became greedy and locked her up in a high and isolated tower. He chose the most loyal guard to watch her.

Days and months have gone by and the guard was feeling as alone as the beautiful woman. When they saw each other, a great and passionate love was born between both. As they have no reason to stay there in the tower, they ran away in a white horse towards the sea cliffs, and forgot that through its magic, the wizard knew everything.

The wizard who was angry and jealous, created a storm directed to the fugitive couple. The sea cliff rocks opened up and swallowed the two lovers. The people in Cascais started to name it the Hell’s Mouth.

Boca do Inferno_Cascais_Lisboa (1) Boca do Inferno_Cascais_Lisboa (2) Boca do Inferno_Cascais_Lisboa (3) Boca do Inferno_Cascais_Lisboa (4) Boca do Inferno_Cascais_Lisboa (5) Boca do Inferno_Cascais_Lisboa (6) Boca do Inferno_Cascais_Lisboa (7) Boca do Inferno_Cascais_Lisboa (8) Boca do Inferno_Cascais_Lisboa (9) Boca do Inferno_Cascais_Lisboa (10) Boca do Inferno_Cascais_Lisboa (11) Boca do Inferno_Cascais_Lisboa (12) Boca do Inferno_Cascais_Lisboa (13)

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s