As águas de Vidago

E no parque termal de Vidago onde também fica o fabuloso hotel da Belle Epoque, Vidago Palace, num cenário principesco com jardins frondosos com lagos, nascentes ricamente decoradas e árvores centenárias, que se encontram às antigas termas de Vidago.

Famosas na região mas também fora do país, as águas de Vidago são águas minerais e medicinais que fazem parte da Rota das águas termais do Alto-Tâmega. São águas naturalmente gaseificadas – em particular as da Fonte 1 – e a sua alcalinidade é a mais elevada de todas as águas portuguesas, ultrapassando mesmo as águas de Vichy em França.

Voltando às origems das águas termais, foi no início do século XX e também em França – na pequena cidade de Évian-les-Bains – que nasceu a moda de beber água engarrafada. Apesar de gregos como Hipócrates, Aristóteles e Heródoto terem já mencionado as propriedades terapêuticas de algumas águas, foram os Romanos que elevaram as águas medicinais ao seu maior esplendor. Até hoje, Portugal continua a ser um dos países mais ricos em águas medicinais e mineralógicas, tanto pela sua quantidade e variedade que pela suas qualidade e tipos de tratamentos.

Os edifícios que abrigam as nascentes são lindíssimos, principalmente o da Fonte 1, bonita por dentro e por fora. Tem bonitas paredes exteriores violetas e interiores encarnados. Continuando o meu caminho do parque, encontro as Fontes 2 e 3, menos imponentes que a Fonte 1 mas também com essa arquitectura tão singular.

Provei pessoalmente, a água da fonte 1, e é menos quente e muito mais gaseosa que a minha agua flaviense, o que pode surpreender quando não estamos habitudos.

Fontes e Parque de Vidago_Chaves (1)

The waters of Vidago

This is in the spa park of Vidago where is also located the unique hotel of the Belle Epoque, the Vidago Palace, in a royal landscape with gardens overlooking lakes, spring waters richly decorated and centuries-old trees, where we can find the thermal baths of Vidago.

Famous around the region but also out of the country, the waters of Vidago are mineral and medicinal waters which are part of the Thermal Bath Route of the Alto-Tâmega. They are naturally carbonated waters – specially the water from Fountain 1 – and its alkalinity is the highest of all Portuguese waters, even exceeded the Vichy waters in France.

Going back to the origins of the thermal waters, it all started at the beginning of the 20th century included in France in the small town of Évian-les-Bains, when the trend to drink bottled waters appeared. Although Greeks like Hippocrates, Aristotle and Herodotus had already mentioned the therapeutic qualities of some waters, it was with the Romans that the use of medicinal waters reached its greatest splendor. To this day, Portugal is still one of the richest countries in mineralogical and medicinal waters, not only for the quantity and variety but also for the quality and types of treatment.

The buildings that shelter the Fountains, are magnificent, especially the Fountain 1, from the inside as well as from the outside. The Fountain 1 has outer purple walls and inner red walls. As I continue my way inside the Park, I can see the Fountains 2 and 3, less imponent buildings but with this unusual architecture though.

I personally tasted the water of Fountain 1, and it is less hot and much more sparkling than the water of Chaves, which is quite surprising when we are not used to.

Fontes e Parque de Vidago_Chaves (2) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (3) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (4) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (5) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (6) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (7) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (8) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (9) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (10) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (11) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (12) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (13) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (14) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (15) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (16) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (17) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (18) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (19) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (20) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (21) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (22) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (23) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (24) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (25) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (26) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (27) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (28) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (29) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (30) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (31) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (32) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (33) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (34) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (35) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (36) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (37) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (38) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (39) Fontes e Parque de Vidago_Chaves (40)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s