A lenda do rio Lethes – Ponte de Lima

À beira do rio Lima nas margens esquerda e direita, existe um Monumento Evocativo a lenda do Rio Lethes, o nome antigo do rio Lima (que se refere à Travessia do Rio por Décio Juno Bruto, comandante das legiões Romanas, com os seus soldados).

Conta a lenda que certo dia, Décio Juno Bruto, com as suas tropas, chegaram à margem de um rio. Os soldados, ao observarem a paisagem maravilhosa, a tranquilidade e a pureza das águas desse rio, pensaram que estavam junto  ao rio Lethes, o rio do esquecimento. Reza a lenda, que quem atravessasse este rio, perderia completamente a memória. Nunca mais se lembraria da família, nem da Pátria.

O intrépido comandante Décio Bruto, procurou um lugar seguro, onde os seus homens pudessem atravessar sem perigo e ordenou que iniciassem a travessia.

Os soldados receando os poderes do rio recusaram-se a fazer a travessia. Num impulso, Décimo Júnio Bruto arranca o estandarte da Legião do soldado que o levava, o comandante das tropas romanas, pegou na bandeira da Legião do soldado que o levava, e esporeia o cavalo e entra decidido no rio, perante o terror dos seus homens.

Já na outra margem, chamou pelos nomes dos seus homens, um a um, provando que não tinha perdido a memória e que a lenda do rio não era verdadeira.

Convencido, o exército atravessou as águas do Lima e seguiu a sua marcha que lhe daria a glória. Décimo Júnio Bruto passou à História com o cognome de “Galaico”, por ter sido o conquistador da que é hoje a Galiza.

 

The legend of Lethes river – Ponte de Lima

By the Lima river on both right and left sides, we can see a monument referring to the legend of Lethes river, the old name of the Lima river (referring to the river crossing by Décio Juno Bruto, commander of the Roman legions, with his soldiers).

According to the legend, Décio Juno Bruto and his soldiers reached the banks of a river. When looking at the wonderful landscape, as well as the calm and purity of the waters, the soldiers thought they were near the Lethes river, known as the river of the oblivion. The legend says that any one who crosses that river, would lose his memory entirely and would never remember his family nor his nation again.

The intrepid commander Décio Bruto searched a safe place where his soldiers could cross the river without danger and ordered them to start the river crossing.

The soldiers feared the powers of the river and refused to do the crossing. In a impulse, Décimo Júnio Bruto took out the flag of the Legion from the soldier who carried it, rode his horse and entered in the river, determined, in front of his terrified soldiers.

The commander arrived on the other side of the river and called his soldiers by their names, one by one, proving that he had not lost his memory and that the legend was not true.

The soldiers were eventually convinced and crossed the Lima river and continued their walk to the glory. Décimo Júnio Bruto has become part of the history with the surname of “Galician”, for being the conquerer of what is today Galicia.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s