A estrela das pastelarias lisboetas

Em qualquer lugar em Lisboa, as pastelarias são estrelas das ruas lisboetas. Estas lojas animadas atraiam visitantes o dia inteiro, desde o pequeno almoço até as tardes relaxadas dos bebedores de café o chá. A história dos pastéis de Lisboa começou no século XV, quando Portugal era actor importante nas rotas comerciais e o negócio das especiarias e do açúcar era florescente. Nos mosteiros, freiras e monges experimentavam receitas com os novos ingredientes importados and finalmente lançaram ums dos primeiros doces portugueses : o pastel de nata

Diz a lenda que naquela época, os conventos e mosteiros ganhavam dinheiro com granjas que produziam grandes quantidades de ovos. Enquanto as claras tinham diversas utilidades, de engomar roupas a fabricar vinho do Porto, as gemas que sobravam eram usadas em doces como o delicioso pastel de nata. É por isso que os doces portuguese usam quase só as gemas.

O icônico pastel de nata é inevitável ao visitar Lisboa. Esta torta com uma espécie de leite creme no meio, numa base de massa folhada, é tradicionalmente polvilhados de canela e açúcar em pó, uma delícia !

A receita original é um segredo exclusivo e bem guardado da Fábrica dos Pastéis de Belém, em Lisboa que fica ao lado do Mosteiro dos Jerónimos, lugar onde foram criados os pastéis de nata.

 

The star of Lisbon’s pastry shops

Anywhere in Lisbon, the pastelarias (pastry shops) are the stars of the streets. These bustling outlets attract visitors round the clock, from breakfast to the lazy afternoon coffee and tea drinkers. The story of the Lisbon pastries has started in the 15th century, when Portugal was a major player on global trade routes and the spice and sugar trades were flourishing. In monasteries, nuns and monks experimented with the new, imported ingredients, and eventually created one of the first portuguese sweets: the pastel de nata.

Legend says that at this time at the convent and monasteries, the monks made money with the farm and the high quantity of eggs that were produced. They used to starch their laundry with egg whites (as it got dirty when making the Porto wine) and had to come up with a use for all the excess yolks, thus, they used them in the delicious pastel de nata. That’s the reason why most of the Portuguese sweets only use egg yolks.

The iconic pastel de nata is unmissable when coming in Lisbon. This round tart with a sunny, creamy egg custard in the middle, in a puff pastry base, is traditionnaly prinkled with powdered cinnamon and sugar, very delightful!

The original recipe is an exclusive and well-kept secret of the Fábrica dos Pastéis de Belém, in Lisbon, that is located right next to the Jerónimos Monastery, where the actual pastel de nata was invented.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s