Vestígios romanos no Castro de Curalha

A civilização romana deixou alguns vestígios, em Curalha, nomeadamente no Castro de Curalho. Este povoado fortificado assentou, em um estratégico alto sobranceiro ao Tâmega, dominando o rio, a larga zona de terras férteis de Curalha e a antiga estrada romana de Chaves a Braga (hoje N131). O outeiro, que atinge a cota dos quatrocentos metros, destaca-se perfeitamente na paisagem circundante, sendo dominado no topo por um enorme pinheiro … Continue a ler Vestígios romanos no Castro de Curalha

A Estação de Porto-São Bento, insólita

Situada na Praça de Almeida Garrett, a Estação Ferroviária de São Bento foi inaugurada em 1916, e é famosa sobre tudo pelo seu grande átrio (aliás a “Sala dos Passos Perdidos”) revestido a lindos paineis de azulejos, que datam da década 1930. Descobrimos hoje 5 aspectos insólitos sobre a estação : 1 / A obra-de-arte de azulejos foi realizada por Jorge Colaço e ilustra a … Continue a ler A Estação de Porto-São Bento, insólita

Arte Rupestre : Outeiro Machado

A uma dezena de minutos de Chaves, na estrada en direcção a Vale de Anta um bocado depois da aldeia na direita, um painel indica “arte rupestre”. Coresponde à arte rupestre de Outeiro Machado e constitui um património valioso na região de Chaves. Há uma estrada de terra batida depois para chegar até a grande pedra. Trata-se de um rochedo granítico de forma alongada com … Continue a ler Arte Rupestre : Outeiro Machado

Azulejo alusivo as águas curativas

As Caldas são um verdadeiro tesouro para os flavienses e pertencem à nossa identidade. Partilho hoje uma fotografia dum painel de azulejo muito lindo que se encontram na Igreja da Misericórdia, localizada na Praça de Camões, no centro histórico de Chaves. O painel do século XVII, é alusivo a “Piscina Probática” de Jerusalém. A água curava os enfermos ou pela sua acção ou pela dos … Continue a ler Azulejo alusivo as águas curativas

Jardins Quinta das Lágrimas através 7 séculos

Este jardim romântico situa-se em Coimbra na margem esquerda do Rio Mondego e serviu de palco à trágica história de amor entre D. Pedro e Inês de Castro – uma lenda que inspirou a literatura, poesia e música. Repleta de árvores e fontes antigas, com um palácio do século XIX e ruínas neogóticas, este local de um total de 18.3 hectares, está envolto pela mais pura beleza. … Continue a ler Jardins Quinta das Lágrimas através 7 séculos

Ruínas do Castelo de Pena de Aguiar

O Castelo de Pena de Aguiar localiza-se na aldeia de Pontido, freguesia de Telões, concelho de Vila Pouca de Aguiar e resulta de uma singular conjugação da natureza com o engenho humano. Trata-se de um castelo roqueiro, apoiado numa gigantesca fraga granítica no flanco este da serra do Alvão. A região foi habitada desde a pré-história, tendo como principal atracção para os diversos povos na … Continue a ler Ruínas do Castelo de Pena de Aguiar

A Capela Nova de Vila Real

Denominada Capela Nova, Igreja dos Clérigos ou Igreja de São Paulo, é um imponent edifício de arquitectura barroca, situada em posição privilegiada no centro histórico de Vila Real, e cujas obras iniciaram em 1639. De uma fachada profusamente decorada e de ritmos dinâmicos, mantém uma arquitectura sólida marcada por duas imponentes colunas de ordem toscana, de cada lado do pórtico da entrada, com entablamento em relevo … Continue a ler A Capela Nova de Vila Real