A Capela de Nossa Senhora das Brotas no Forte de S. Neutel

Localizada dentro do Forte de São Neutel no Alto da Trindade, a Capela de Nossa Senhora das Brotas sempre foi conhecida por capela de Santo Eleutério, abade que foi da sagrada religião beneditina cuja imagem se encontrava antes na entrada da porta e dentro da capela. No passado, o Forte de São Neutel também era denominado Forte de Santo Eleutério, era ainda o caso no ano 1900.

Esta capela tem uma única nave, um altar e o tecto é abobadado. No exterior existe uma torre sineira, que actualmente se encontra por cima da porta. Anteriormente, a referida torre encontrava-se do lado direito, por cima de uma pequena janela, que hoje ainda existe, mas mais alargada. O púlpito, no exterior, no cimo da escadaria, pressupunha a celebração de missas e a pregação do sermão ao ar livre. A Capela possuía um alpendre colunado, conforme mostra o desenho abaixo, embora não é conhecida a data em que foi demolido.

A capela do Santo Santo Eleutério, sofreu, com o decorrer do tempo, várias obras de restauro e de modificação. Aquando da construção do forte, foi necessário cortar o terreno à volta da capela e construir um muro de suporte e uma nova escadaria que dava acesso à capela. Assim, no interior da capela, por detrás do altar, há um retábulo de talha dourada do século XVII que tem ao centro a imagem policromada e lacada de um Santo. Na base, uma legenda identifica o Santo como “S. Neutel”. O Santo segura na mão esquerda um catecismo que é visto como livro e ensino das verdades da religião e, na mão direita segura o báculo, insígnia pastoral, de origem oriental, que é usado por bispos e abades de certas ordens na sua missão de pastores de almas.

No século V o báculo era recto. Até ao século XIII tinha a forma de tau e, em seguida, passou a ter uma forma curva. Ora como o báculo que este Santo segura é encurvado, deduzimos que esta imagem deve representar “Santo Eleutério”, abade da sagrada religião beneditina.

No retábulo, de cada lado do Santo, encontram-se duas pinturas a óleo. Do lado da epístola situa-se a de São João de Deus e, di lado do evangelho, Nossa Senhora da Brotas.

Seguidamente, no tímpano vê-se uma pintura a óleo, representando Cristo crucificado, encimada pelo brasão de D. Pedro II (1683-1706), o Pacífico. O monarca adaptou o brasão às mais recentes modas da sua época, passando a coroa a ter cinco hastes, em vez de apenas três.

Sobre o altar, e por baixo da imagem do Santo Eleutério, encontra-se, centrada, uma pequena imagem de Nossa Senhora das Brotas, resguardada dentro de um oratório. Nossa Senhora das Brotas traja um vestido branco, brilhante, singelo, apenas enfeitado com um laço compridon que ultrapassa o comprimento do vestido. Sobre os ombros e até aos pés, desce um manto cintilante e azul escuro, debruado a dourado e salpicado com lantejoulas. O cabelo, descoberto, emoldura uma face meiga. A coroa, dourada, afirma a sua imagem de Santa.As paredes interiores da capela estão forradas com azulejos (supostamente assentes por altura da construção do Forte de S. Neutel), de onde sobressaem os ex-votos. Escondida, mas igualmente destacada, está a pequena pia, em pedra, de água benta. A talha policromada e dourada apareceu nos fins do século XV ou princípios do século XVI.

The Chapel of our Lady of Brotas in the Fort of S. Neutel

Located inside the Fort of São Neutel in Alto da Trindade, the Chapel of Nossa Senhora das Brotas has always been known as the chapel of Santo Eleutério, an abbot of the sacred Benedictine religion whose image was before at the entrance of the door and inside the chapel. In the past, the Fort of São Neutel was also called Fort of Santo Eleutério, it was still the case in the year 1900.

This chapel has a single nave, an altar and a vaulted ceiling. Outside, there is a bell tower, which is currently above the door. Previously this tower was on the right side, above a small window, which today still exists, but wider. The pulpit outside at the top of the staircase presupposed the celebration of masses and the preaching of the sermon in the open air. The chapel had a porch column, as shown in the drawing below, although the date on which it was demolished is not known.

The chapel of Santo Eleutério, suffered, with the passage of time, several works of restoration and modification. When the fort was built, it was necessary to cut the ground around the chapel and build a supporting wall and a new staircase that gave access to the chapel. Thus, inside the chapel, behind the altar, there is a 17th-century gilded altarpiece that has at its centre the polychrome and lacquered image of a saint. At the base, a legend identifies the saint as “S. Neutel”. The saint holds a catechism in his left hand which is seen as a book and teaching the truths of religion, and in his right hand he holds the Upper Room, a pastoral insignia, of eastern origin, which is used by bishops and abbots of certain orders in their mission as shepherds of souls.

In the 5th century the crosier was straight. Until the 13th century, it had the shape of a tau and then it became curved. Now, as the Upper Room that this Saint holds is curved, we deduce that this image must represent “Holy Eternal”, abbot of the sacred Benedictine religion.

In the altarpiece, on each side of the Saint, there are two oil paintings. On the side of the epistle is that of St. John of God and on the side of the Gospel, Our Lady of Brotas.

Then, in the tympanum, you can see an oil painting depicting Christ crucified, topped by the coat of arms of Peter II (1683-1706), the Pacific. The monarch adapted the coat of arms to the most recent fashions of his time, and the crown now has five rods instead of only three.

On the altar, and underneath the image of Saint Eleuterio, there is a small image of Our Lady of Brotas, housed inside an oratory. Our Lady of the Brotas is wearing a white, shiny, simple dress, adorned only with a long bow that exceeds the length of the dress. On her shoulders and to her feet, a shimmering, dark blue cloak descends, hemmed in gold and sprinkled with sequins. The hair, uncovered, frames a soft face. The golden   crown affirms his image of Saint.

The interior walls of the chapel are lined with tiles (supposedly laid at the height of the construction of the Forte de S. Neutel), from where ex-vows stand out. Hidden, but equally outstanding, is the small sink, in stone, of holy water. The polychrome and gilded woodwork appeared at the end of the 15th or beginning of the 16th century.

Fonte / Source : Fernando Rua Castro – Nossa Senhora das Brotas “A Padroeira”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s